Jovem Caririense supera a depressão e conquista o I Festival de Talentos do Cariri para o Mundo

site - Cariri Garden

De aparência frágil, Isis Raylanne, de apenas 17 anos encontrou na música a forma de mostrar a sua força de mulher sertaneja.

 Natural de Potengi, há cerca de 95km de distância de Juazeiro do Norte, no sul do Ceará, Isis Raylanne aprendeu a cantar aos sete anos de idade, estimulada pelo seu maior fã, seu Pai. Porém, muito cedo ela também conheceu de perto a dor ao perder o pai de forma precoce, o que a levou a uma depressão profunda. Mas o amor falou mais alto e o elo entre pai e filha a levou ao resgate de sua autoestima. Dona de uma voz forte e cheia de personalidade, a jovem se destacou em meio a multidão.

Mantendo as origens e acreditando no seu potencial, Isis Raylanne se inscreveu no “I Festival de Talentos do Cariri para o Mundo”, realizado pelo cantor e compositor Fábio Carneirinho.

Durante as três audições cantou músicas sertanejas e retratou a mulher nordestina, frágil em aparência, mas forte por natureza. Com muita personalidade, conquistou o público, os jurados e o prêmio de gravar o quinto DVD de Fábio, em Paris, nós pés do Torre Eifell.

A final do Festival de Talentos foi realizada no estacionamento do Cariri Garden Shopping, que ficou lotado. Isis disputou a vaga com outros dois jovens: Jonatan Félix, de 19 anos, representante de Caririaçu e Ana Carolina, também de 19 anos, da cidade de Jati. Os três jovens talentosos se entregaram a paixão pela música e deram um show, literalmente.


premiaçao-caririgardenshopping

O objetivo do Festival, de acordo com Fábio Carneirinho era descobrir os talentos escondidos existentes no Cariri. Escolher apenas 3 para a final em meio a 76 vozes, não foi um dos desafios mais fácies. “Em meio a tantos talentos vistos, foi bem difícil. Na primeira peneira foram utilizados os critérios de afinação, qualidade técnica e artística. Dentro desses critérios apenas 20 foram selecionados para participarem das audições presenciais e serem analisados por um júri técnico. Na segunda audição, apenas as 10 melhores notas nos quesitos qualidade técnica, qualidade artística, afinação, presença de palco e empatia com o público, foram selecionados para seguir. Com o nível das apresentações bem altos, foi inserido na segunda etapa o critério de aptidão vocal, visando tornar a análise mais criteriosa. Nesta etapa só as melhores notas foram escolhidos para a grande final”, explicou James Madson de Lima, produtor do evento.

As músicas cantadas foram escolhidas pelos próprios participantes, sem intervenção da organização nem dos jurados, assim também como a forma em que a apresentação aconteceria. Se com playback, acompanhada por algum músico, ou o próprio candidato tocando. Eles tiveram total autonomia na apresentação.

Acreditando no seu potencial, Isis colocou na voz a força de uma guerreira e com a diferença de dois pontos, conquistou o grande prêmio.

Como a competição foi além das expectativas, o Cariri Garden abriu uma agenda especial na programação musical do shopping.

Os 20 selecionados nas audições já estão com apresentações agendadas para março.

Nenhum Comentário

Deixe um comentário